28.10.12

GERMINADOS: ALIMENTOS MARAVILHA


Em toda a minha carreira como nutricionista e terapeuta holística, nada teve tanto impacto e me proporcionou tanta motivação em termos de conhecimento como os geminados.
Apesar de ser de uso milenar, pouco se fala sobre germinados no dia-a-dia e no bom senso comum quando se elaboram condutas sobre a boa prática alimentar para a população geral, como a roda ou a pirâmide dos alimentos.
Quero levar este conhecimento sobre a saúde ao alcance de todos. Além de ser um método fantástico de elevar o teor nutritivo dos alimentos, é também uma forma muitíssimo simples de auxiliar no combate de diversas doenças, entre elas o cancro.
Poucos de nós sabem que com uma ação tão simples, como adicionar germinados à nossa dieta, trata-se do caminho mais fácil para uma vida mais saudável, sem necessariamente gastar mais por isso!
Mais brotos em nossa alimentação, significa: mais proteínas e enzimas (tão importantes para todo o funcionamento do corpo), além de vitaminas, minerais e outros diversos nutrientes importantes com propriedades anti-oxidantes. Sim, brotos!!! CAMPEÕES DE NUTRIENTES.
NADA, repito NADA no reino alimentar, possui maiores concentrações de nutrientes por miligrama. Esses pequenos reis da mesa, deveriam ser a forma natural com que nos alimentamos. Cozinhar demais e processar os alimentos é, acredito eu, uma das principais causas da proximidade da doença em nossa era.
Brotos vêm em uma variedade de sabores para quase todas as refeições, e na maioria dos casos, têm mais valor nutritivo do que os legumes de tamanho completo, muitas vezes, VÁRIAS VEZES MAIS. Esta incrível comida é tão fácil de incorporar em uma dieta bem equilibrada. A maneira mais simples é adicioná-los para iogurtes, batidos, sumos, sanduíches e saladas, mas você também pode adicionar o delicioso sabor, textura e variedade DOS GERMINADOS a sopas, pizzas, molhos, tartes, hambúrgueres, omeletas, etc.
Apesar de rebentos de alfafa, feijão mungo e trigo serem as variedades mais conhecidas, muitos outros tipos de brotos são prontamente disponíveis, incluindo feijões, grão de bico, lentilhas, ervilhas, soja, centeio, cevada, brócolos e brotos de rabanete, alho, cebola, couves, cenoura, sésamo, girassol, trigo sarraceno, quinoa, etc. Todas essas variedades individuais têm seus próprios sabores, texturas e benefícios nutricionais.
Brotos podem ser excelentes fontes de proteína e outros nutrientes essenciais. Por exemplo, um copo (100 gramas) de rebentos de soja contêm a mesma quantidade de proteína que em 100 g de ovos. A proteína dos brotos são "completas" e na dose certa, podem substituir um pedaço de carnes. Brotos de ervilha contêm 3 vezes mais fósforo do que o espinafre, e mais de quatro vezes o potássio e a niacina. Brotos de rabanete fornecem 40 vezes mais vitamina A do que o rabanete maduro.
Além de adicionar proteína e outros nutrientes para sua dieta, muitas variedades de couves contêm fito-químicos (substâncias protetoras presentes nos alimentos) que alguns estudos indicam proteger contra o aparecimento de doenças cardíacas e cancro. Rebentos de alfafa contêm níveis elevados de saponinas, que em estudos demonstram auxiliar na redução do colesterol. Muito também tem sido escrito sobre as propriedades dos germinados de brócolos, de 20 a 50 vezes a quantidade de fito-químicos no broto em relação ao presente na flor do brócolos maduro.
Cientistas estudaram os germinados durante séculos para compreender melhor os seus elevados níveis de fito-químicos e como eles contribuem para uma melhor saúde, da prevenção ao tratamento de doenças potencialmente fatais.
Para validar as reivindicações nutricionais dos germinados, grandes organizações como a National Institutes of Health, American Cancer Society e a Universidade Johns Hopkins, têm realizado estudos que exploram as várias variedades de brotos e suas propriedades nutricionais.
Dr. Paul Talalay, MD.
De acordo com Paul Talalay, MD, no NEWS American Cancer Society, "brotos de brócolos são muito melhores do que o brócolos maduro em flor e contém elevadas quantidade de uma enzima sulforafane, que ajuda a proteger as células e impede que os genes se transformem”. Um gene modificado é o primeiro passo para a formação do cancro e outras doenças deenerativas.
As descobertas do Dr. Talalay são consistentes com estudos epidemiológicos que mostraram que os brotos das sementes germinadas contêm quantidades significativas de vitaminas, principalmente de vitaminas A, C e D, potentes antioxidantes.
Germinados são amplamente reconhecidos pelos consumidores conscientes de nutrição e profissionais de saúde como uma “maravilha alimentar”.
Adicionar germinados é uma ótima maneira de trazer novos sabores e texturas às refeições todos os dias. Se você está procurando maneiras simples de comer saudável, lembre-se que brotos são uma maneira fácil para adicionar nutrientes importantes para sua dieta.
Visite a bilbiografia para aceder a alguns dos estudos sobre germinados.

VEJA COMO GERMINAR.
Deixe as sementes de molho na água por 8 horas da noite para o dia, dentro de um frasco de vidro. Sugiro no lugar da tampa, cobrir a boca do frasco com um tule, organza ou tela presa com elástico, que permita a passagem do ar. 
Pela manhã, escorra a água, lave bem as sementes com água corrente e deixe o frasco de lado com a boca virada para baixo para que o excesso de água possa escorrer  (boa ideia utilizar o escorredouro de loiça).
Repita a lavagem das sementes de manhã e à noite por 2 a 3 dias até que a semente comece a germinar ou seja, brotar (solta uma pequena raiz). Este é o sinal de que ela está pronta para se plantar. Lembre-se de sempre que lavar deixar a escorrer o excesso de água.
Depois é só consumir!
video

BIBLIOGRAFIA
Hypertext version of the FDA's Dietary Guidelines for Americans (at USDA)
http://www.nalusda.gov/fnic/dga/dga95.html

Cancer Research Foundation of America
http://www.preventcancer.org/

American Institute for Cancer Research
http://www.aicr.org/

The Diet and Cancer Link
http://www.aicr.org/dietcan.htm

National Cancer Institute CancerNet
Info for health professionals, statistics, journals:
http://wwwicic.nci.nih.gov/health.htm
Info for patients and the general public
http://wwwicic.nci.nih.gov/patient.htm

Johns Hopkins Oncology Center
http://www.med.jhu.edu/cancerctr/